"E, nos murmúrios do vento, vão-se os meus silêncios"" (Sonya Azevedo)

 

domingo, 31 de janeiro de 2016

O domingo, a chuva e o jazz



Escuto a tão ritmada sinfonia
De um domingo chuvoso de verão.
Sincronia perfeita com a canção;
O chiar das aves, o jazz... eufonia.

O gris celeste, sua monotonia,
Faz bater lento até o coração.
Pingos no vidro é solo de violão,
O sax vai fundo, ao órgão traz tonia.

O céu vai escurecendo ainda mais
E o silêncio faz-se entre os animais.
Aqui e ali, distante, ouço um piar.

De repente, a chuva cai bem forte!
O vento uiva, o trovão mostra o seu porte;
E o jazz e o seu swing me põem a dançar.

Sonya Azevedo


My Visitors